Dropes do dia


Sabatina de Minc

O Ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, foi sabatinado pela Folha de S. Paulo, na segunda-feira, 23. Nas longas respostas que deu, ficou claro que a liberação de licenças ambientais será a política praticada pelo MMA, como forma de barganha para liberação de recursos “adormecidos” no governo federal e para a criação de Unidades de Conservação (UCs). Ler


Aí fica a dúvida se os recursos aprovados e que deveriam estar disponíveis para aplicação em programas ambientais, entre outros, mas que estão “estacionados”, têm que ser objeto de escambo para serem liberados; se as unidades de conservação não seriam parte das políticas ambientais necessárias e já definidas para conter o desmatamento na Amazônia, independente de licenciamento ambiental de grandes obras.

Carlos Minc instituiu uma nova moeda, a $ licença ambiental, para comprar UCs e liberar recursos já contingenciados. A Licença de Instalação da usina de Santo Antônio, no rio Madeira, será a primeira parcela a ser paga. A segunda será Belo Monte e a terceira poderá ser Jirau. Segundo ele, todas estão tecnicamente aprovadas.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Cordel da Energia

A Amazônia e a Reserva Nacional de Cobre e Associados (RENCA)

Um golpe chamado Belo Monte - Parte 3